A Festa do Voto

redacao 2 de outubro de 2014 0

Estamos próximos de mais uma eleição, que é a festa da democracia, pelo menos deveria ser. No ano passado assistimos a manifestações em todo o País exigindo mudanças. Um negócio meio sem precedentes, considerando a diversidade dos manifestantes.

Um ano depois, tenho a impressão que bateu um certo desânimo e me pergunto se aquilo tudo não estava mais para um “fogo de palha” ou uma “balada alternativa” ao ar livre. Onde estão as discussões sobre os pontos de vista contrários, a defesa de seu candidato, a troca de opinião?

Todos parecemos descrentes e optantes pelo velho “deixa pra lá”. Até quando vamos deixar a nossa realidade (o hoje e não o futuro) nas mãos dos outros?

Entendo que o cenário político, as falcatruas, a impunidade e a falta de vergonha na cara da grande maioria dos nossos pseudorrepresentantes desanima qualquer um, mas não é possível que não possamos diminuir o problema votando nos “menos ruins”. Parece que estamos com uma certa síndrome do politicamente correto e, portanto, não podemos manifestar nossa opinião para não ferir o outro, porém eu pergunto: ‘Você já pensou que o seu nível de informação pode ser privilegiado e ajudaria a conscientizar aqueles que também querem melhorar o País, mas não têm ou tiveram a mesma informação que você?’

Já reparou quantas pessoas não têm a menor ideia das diferenças de requisitos necessários para se eleger um bom candidato a presidente, governador ou prefeito e que são atribuições completamente diferentes das de um senador ou deputado?

Precisamos ter a humildade de reconhecer que falta educação e conhecimento para o povo votar e para mudar esse cenário, tudo começa pelo interesse no assunto. Se não tivermos a preocupação de saber o que os candidatos fizeram no passado, ou o que fizeram com o nosso voto, como poderemos acreditar no que eles estão prometendo agora?

Está na hora de deixarmos de reclamar muito e fazer pouco. A mudança está ao nosso alcance, só é preciso sair da zona de conforto!

 

Fiquem com Deus e até a próxima!

 

Paulo César Cardoso
paulopat@pacprommos.com.br

———————————————————————————————————————————————–

Foto: Divulgação

REFLEXÃO – EM DIA 150

Mais uma vez venho parabenizar a todos que fazem parte dessa revista, desde o proprietário, jornalistas, aos que assinam o blog, a editoração e as artes gráficas. É muito gratificante ler a Em Dia e a cada edição vocês se superam. Meu cordial cumprimento ao Alex Cardoso de Melo pela luta à frente do projeto “Meu sonho não tem fim” e pela matéria sobre o nosso Bezerra de Menezes, simplesmente fantástica. Mas, assim como no filme, senti falta da parte do desencarne de Bezerra que Maria, Mãe de Jesus, pede para um anjo ir ao encontro de Bezerra já na pátria espiritual e lhe faculta o direito de habitar mundos superiores, no que ele humildemente solicita e diz: “Se eu puder fazer uma opção entre habitar mundos mais evoluídos e permanecer aqui no planeta Terra, desejo ficar aqui enxugando as lágrimas desses meus irmãos que sofrem”.

A resposta como todos sabem foi a autorização para permanecer aqui entre nós, mesmo que em espírito nos consolando.

Abraços fraternos.

Milton Luiz da Silva – por e-mail

 

Prezado Milton,

Muito obrigado, mais uma vez, pela gentileza e generosidade de suas palavras. Em outros materiais da ONG “Meu sonho não tem fim”, mencionamos esta passagem de nosso querido e saudoso “grande sonhador” Bezerra de Menezes, como também mencionamos outro caso muito bonito e que se tornou reflexão em nossos dois livros e intitulado como “A força de um gesto de carinho”.

No entanto, o espaço para as histórias dos “grandes sonhadores” na revista Em Dia é limitado e temos que sintetizar ao máximo as informações. Espero que você compreenda.

Um forte abraço.

Alex Cardoso de Melo

———————————————————————————————————————————————–

VEÍCULOS

Excelente a atitude da Ducati de valorizar a memória do maior piloto de todos os tempos e um grande ídolo brasileiro, o eterno Ayrton Senna. Essa moto feita em homenagem ao tricampeão mundial está à altura do grande campeão, realmente sensacional.

Um cara diferenciado como ele deve ser lembrado sempre, não só pelo que fazia nas pistas, mas também fora delas, com tantos projetos para ajudar os mais carentes.

Um grande abraço a todos da revista.

Márcio G. Mendes – por e-mail

———————————————————————————————————————————————–

BIKE

Bom saber que os governantes estão se preocupando mais em adaptar as vias da Capital para que também possam ser usadas pelos ciclistas. Mesmo que ainda seja em um pequeno trecho, já utilizo esta ciclofaixa para meus passeios de bike.

Agora, espero que a prefeitura cumpra a promessa e dê continuidade à expansão da via, facilitando o acesso de bike pelo do bairro.

Renata M. Pedroso – por e-mail

———————————————————————————————————————————————–

Dê sua opinião, participe: redacao@revistaemdia.com.br

Deixe uma resposta »