Encorpados, para o inverno

redacao 25 de maio de 2017 0
Encorpados, para o inverno

Quem aprecia um bom vinho sabe bem que dependendo da situação, a escolha recai sobre um tipo diferente da bebida de Baco, ora mais encorpado, ora mais leve. E com a chegada das temperaturas mais frias, o ideal é prestar bastante atenção na hora da escolha.
“Os vinhos que combinam com os dias frios são os mais potentes e encorpados. São vinhos geralmente maturados em madeira e com uma graduação alcoólica um pouco mais elevada”, explica o especialista em vinhos da Importadora Vinci, Ronaldo Mainardi. Ele lembra que esses vinhos, “em geral combinam bastante corpo, taninos marcantes e ótima concentração de fruta. São aqueles que geralmente podem envelhecer bem em garrafa”.
Quanto às uvas mais usadas para a produção do vinho mais encorpado, são diversas. “Os exemplos mais clássicos são a Cabernet Sauvignon, a Nebbiolo, a Tempranillo, a Syrah, a Corvina entre muitas outras”, esclarece o profissional.
Evidentemente, uma bebida com tais características deve harmonizar com pratos que também sejam mais apropriados para as baixas temperaturas. Ronaldo enfatiza que “um vinho encorpado é sempre melhor combinar com pratos mais substanciosos ou o vinho pode “passar por cima” do prato. Carnes com molho e mais gordura são boas pedidas. Outros, como o Amarone della Valpolicella, são tão ricos, que ficam melhores apenas acompanhados de um pedaço de um bom queijo parmesão”, finaliza.

Foto: Divulgação

 

 

Bayanegra Red Tempranillo Black Label
Produzido na região de La Mancha, na Espanha, este tinto, mais sério e concentrado, estagia por alguns meses em barricas de carvalho francesas e americanas. A madeira é perfeitamente equilibrada à fruta madura, e o palato mostra generosas notas de frutas vermelhas e pretas, especiarias e um toque mineral. Um vinho amplo e bem espanhol, com longo final de boca. Excelente acompanhamento para tapas, carnes e cozidos.
Foto: Divulgação

 

 

Costasera Amarone della Valpolicella Clássico 2011
Produzido em Veneto, na Itália, pela Agricola Masi, que é considerada “o rei do Amarone”, o Costasera é muito reputado e distinto, sendo mais acessível. Trata-se de um vinho muito poderoso, com elevada graduação alcoólica, aromas intensos de frutas negras e um leve e elegante amargor. É uma escolha perfeita para os dias frios de inverno ou os pratos mais encorpados, ou até mesmo ao final da refeição, acompanhando um bom parmesão.

Serviço:                                                                      
Vinci Importadora:
Rua Pamplona, 917
Jd. Paulista
Tel.: 3130-4500
www.vinci.com.br

Deixe uma resposta »