Paixão, qualidade de vida e liberdade

redacao 30 de setembro de 2016 0

Estar bem, tranquilo, sentir-se livre esses são os ideais mais desejados pelos paulistanos atualmente. A agitação diária, o estresse do trabalho aliado a um trânsito quase sempre caótico deixam qualquer um nervoso. Por tudo isso cada vez mais as pessoas buscam algum tipo de atividade, diárias ou de finais de semana que proporcionem algum alivio. Nesta edição conversamos com mais dois paulistanos que se encontraram cada um de uma maneira, confira…

Waltinho
“A paixão pela Bike começou logo cedo com 04 anos quando ganhei à primeira bicleta uma caloi dobravelzinha, depois veio a caloi jovem 10 mais tarde a caloi cross extra light onde participei de muitos campeonatos de cross em pistas de barro, aos 17 anos comprei minha primeira mountain bike que até hoje com 44 anos só fui trocando por melhores, pois é como carro você vai gostando, pegando o jeito e querendo sempre um melhor, pois te dá mais conforto, e qualidade no pedal”.

Seus objetivos…
“Bem jovem queria competir, hoje são manter a saúde em dia, e provar para mim mesmo que sou capaz, onde meu maior adversário sou eu mesmo, procuro melhor qualidade de vida e atingir determinados resultados”.

Seu treino semanal…
“Segunda corro 10 Km , Terça Pedalo 35 – 45 Km, quarta corro 10 Km, quinta pedalo 30 – 35 Km e de final de semana intercalo corrida com bike, e alguns finais de semana vou pedalar nas trilhas ai o pedal geralmente é maior chegando até 60, 70 Km, Já fui pra Santos duas vezes 103 Km”.

Maiores ganhos…
“Manter peso, colesterol, que por herança genética de família o meu é muito alto em, e aliviar o stress da minha profissão”.

Dicas do Waltinho…
“Investir em uma Bike boa, com tamanho ideal a sua altura, gerando conforto, reduzindo chances de lesão, fazer um bike fit, onde se regula altura do selim (banco), distancia do guidão, entre outras medidas. Usar sempre capacete, luvas, nas pedaladas noturnas luzes, óculos para proteger os olhos. Considero importante ir a um médico para saber a sua capacidade física, usar frequencímetros nas longas distâncias com subidas no percurso para monitorar o coração, sempre se hidratar, além das garrafas nos quadros das bikes existem mochilas com compartimentos de água que se leva nas costas e que tem mangueiras para consumir a água sem precisar parar (equipamento muito usado em trilhas), consumir carboidratos em gel, barras de cereal, entre outros alimentos energéticos de absorção rápida pelo organismo”.

Locais preferidos…
“Aqui na cidade pedalo pelas ruas, parques e algumas ciclovias que estão em bom estado, mas o que gosto de verdade é pedalar na terra fazendo trilhas, ciclo viagens, vendo paisagens maravilhosas, sentindo aquele ventão no rosto”.

Waltinho ainda encontra tempo para tocar a empresa Assessoria Contábil e Empresarial.

_________________________________________________________________________________

Geronimo
“Iniciei a cerca de 3 anos atrás, a convite de minha irmã e meu cunhado que já praticavam corrida de rua. Estava em casa a algum tempo, sedentário, e resolvi aceitar, precisava fazer alguma atividade física”.

Seus objetivos…
“Perder peso, melhorar o condicionamento físico e superar a cada dia meus limites”.

Seu treino semanal…
“Durante a semana, treino, geralmente a noite, na pista de corrida e caminhada do Bairro. Corro por volta de 10Km, as vezes mais, depende da empolgação. Aos sábados, em grupo, treinamos no parque, encaramos muitas subidas para melhorar a resistência e o folego. Os domingos são reservados para provas de rua, 5, 10 e 21 Km”.

Maiores Ganhos…
“A sensação de superação e prazer que as corridas proporcionam não tem preço. Além disso desde que iniciei perdi cerca de 12 kilos e ainda ganhei muitos amigos”.

Dicas do Ge…
“A maior dificuldade é a preguiça, depois que você pegar o ritmo seu corpo vai pedir mais e no final não vai mais conseguir ficar parado”.

Locais preferidos…
“Parque do Carmo, suas ladeiras são desafiantes, além do verde e ar puro. O Parque ecológico mistura o esporte com a fauna e a flora do local. Gosto também da ciclovia da radial leste, para me desafiar em grandes percursos”.

O Ge concilia tudo isso com o trabalho, a família e os amigos. As vezes tudo junto e misturado. O grupo de corrida dele é o Pé de Limão.

Esporte & Treino: Se você gostou, treina e quer participar desta seção, entre em contato conosco: redacao@revistaemdia.com.br

Deixe uma resposta »