Pouco praticado, golfe pode ajudar na calma e concentração

redacao 20 de junho de 2014 0

Foto: Paulo Roberto Alves

TENTANDO GANHAR ADEPTOS, O ESPORTE CONSIDERADO CARO AINDA SOFRE COM POUCA ESTRUTURA

Alguns historiadores afirmam que o golfe chegou ao Brasil no final do século XIX por intermédio de engenheiros britânicos que projetaram a Estrada de Ferro Santos – Jundiaí e convenceram monges beneditinos a cede­rem parte do terreno do Mosteiro de São Bento para a construção do primeiro campo do País, na região atualmente situada entre a Estação da Luz e o rio Tietê. Hoje em dia fica até difícil de imaginar que em um lugar tão frenético foram situadas as primeiras instalações golfísticas brasileiras.

Pouco praticado no Brasil, principalmente pelo alto preço e a falta de incentivo, o esporte vem tentando ganhar força com as construções de novos campos, dentre eles, o que sediará os Jogos Olímpicos em 2016, no Rio de Janeiro.

O professor de golfe Alex Sandro Leite, que desde os 16 anos está envolvido com a modalidade, destaca os benefícios da prática do esporte. “As pessoas que praticam ficam mais dispostas no trabalho, pois caminham cerca de 6 km no campo. O esporte também tem uma cultura disciplinar com regras, calma e concentração”, destaca o professor, que leciona na Academia de Golfe Aclimação.

Aluno de Alex há dois anos, o empresário Paulo Roberto Alves, concorda e afirma: “Quando entro no campo esqueço tudo.

O golfe me trouxe mais condicionamento físico e um momento de paz longe do barulho da cidade fazendo melhor o meu dia a dia. Além disso, ele é um esporte que trabalha muito a mente, exige concentração e tranquilidade em cada tacada”.

Foto: Paulo Roberto AlvesDIFUSÃO DO ESPORTE

Quanto ao desenvolvimento do golfe e a falta de torneios no País, o professor Alex acredita que é necessário criar mais torneios locais e internacionais, pois essa ausência acaba também afastando a vinda de grandes nomes como o norte-americano Tiger Woods e o norte-irlandês Rory McIlroy, que poderiam ajudar na divulgação da modalidade pelo País. Por sua vez, muitas celebridades são praticantes do esporte, como o ex-jogador Ronaldo e o ator Rodrigo Lombardi, o que, segundo Alex, ajuda fazendo com que o golfe apareça mais, já que pessoas como eles sempre estão em destaque na mídia. “O que nós precisamos para que o esporte seja mais reconhecido no Brasil e no mundo é de pessoas que têm livre acesso com a mídia e acho que com a presença dessas persona­lidades, o golfe poderá ser mais reconhecido e mais praticado”, finaliza.

 

Serviço:
Academia de Golfe Aclimação
Rua Conselheiro Furtado, 1.345 – Aclimação

Deixe uma resposta »