Rodrigo Hilbert: “Cozinho com prazer. O meu maior compromisso é com a diversão”

redacao 4 de novembro de 2016 0

O ator, modelo e também apresentador Rodrigo Hilbert acumula diversos trabalhos na televisão desde 2002, quando estreou interpretando Pablo, um garoto que veio de Santa Catarina tentar a vida como modelo na cidade grande em Desejos de Mulher, novela da TV Globo. Desde então, foi acumulando muitos personagens na TV, passarelas e publicidades, para ser “descoberto” em 2012 como apresentador de programa culinário. Ele conta que sempre soube “pilotar fogão” por tradições familiares, mas a ideia do programa “Tempero de Família”, do canal GNT, surgiu em sua casa, quando uma amiga resolveu filmá-lo cozinhando, enviou para um conhecido da emissora e a produção adorou a ideia.

Hoje, ele se diz focado neste projeto, o qual participa de todas as etapas de produção. Para ele, não há receita impossível, desde que seja feita com diversão e para pessoas queridas. Para agregar ainda mais, ele resolveu mesclar seus conhecimentos de serralheira, que aprendeu com o avô, para incrementar a nova temporada do programa.

Confira o nosso bate-papo exclusivo com o apresentador, que segundo ele mesmo, é quem domina a cozinha até da própria casa!

Em Dia Gourmet – Antes do “Tempero de Família”, todos só conheciam os seus lados de modelo e ator. Como surgiu essa aptidão?
Rodrigo Hilbert – Comecei a cozinhar meio que por obrigação. Minha mãe trabalhava fora e deixava a comida pré-pronta para que eu terminasse o almoço para ela. Aprendi muita coisa olhando o que a minha avó e minhas tias faziam, reunidas na cozinha para preparar o café da tarde. Venho de uma família de tradição na cozinha, onde todo mundo sempre se reuniu. A sala de visitas nunca foi o lugar mais frequentado da casa! (Risos).

EG – Como foi a ideia de ter um programa voltada para a gastronomia? E por que não outro tema, como moda ou algo em que você já fosse conhecido no meio atuante?
RH – A ideia do programa nasceu com a Gisela Matta, uma grande amiga minha e da Fernanda. Ela foi idealizadora, roteirista, editora e até câmera do programa. O “Tempero de Família” surgiu quando, em uma visita, Gisela filmou a bagunça na cozinha lá de casa. Enquanto eu fazia o almoço, ela pegou uma escada, amarrou uma câmera em cima da bancada e, com outra na mão, andava atrás de mim enquanto eu cozinhava. Ela editou o vídeo, colocou música e mandou para um amigo no GNT. O canal adorou! Foi assim que começou. Fizemos a primeira temporada no Sul e a Gisela dirigiu. Foi ela quem me “descobriu”.

EG – O que realmente te dá prazer em fazer como cardápio?
RH – Depende do dia. Mas, ultimamente, toda semana passa um belo churrasco pela cozinha lá de casa. Completo, com direito a farofa, vinagrete, salada de batata, enfim, tudo! Meu prazer é cozinhar por diversão, para quem eu gosto, para receber os amigos.

EG – E quais as maiores dificuldades que você encontra na hora de cozinhar?
RH – Nenhuma! (Risos). Cozinho por prazer. Meu único compromisso é com a diversão.

EG – Como você participa da produção do programa, com ideias de roteiros, receitas e tudo o que pode incrementar cada temporada?
RH – Participo de todo o processo, desde a concepção e pré-produção até a edição final.

EG – Por falar em temporada, o que há de diferente na nova fase do “Tempero de Família”?
RH – Nessa nova temporada, que começou em agosto, voltamos para casa e resolvemos unir minhas duas paixões: a culinária e a serralheria. Além das receitas, faço os equipamentos de ferro que usamos para cozinhar, como uma churrasqueira, por exemplo.

EG – Quais projetos você tem em andamento profissionalmente, fora o Tempero de Família?
RH – No momento, estou totalmente focado e comprometido com o programa.

EG – E o que você ainda pensa em realizar profissionalmente?
RH – O que desejo hoje é vida longa para o “Tempero de Família”, mas sempre com inovação e novidades para o telespectador, com entretenimento de qualidade para o pessoal de casa. E ainda quero sim fazer cinema, novela, teatro, mas no seu devido momento, quando tiver tempo para me dedicar.

EG – Em casa é você quem comanda as panelas ou a Fernanda ajuda? O que ela fala sobre ter um marido que “sabe pilotar fogão”?
RH – A Fernanda cozinha muito bem, mas eu não dou espaço para ela na cozinha! (Risos).

EG – Por fim, indique uma receita pra gente, aquela que você considera a sua preferida ou que acha que os nossos leitores irão gostar de saborear!
RH – Eu indico a “Galinha Ensopada”.

Ingredientes:

– 1 galinha caipira ou 1 frango orgânico em pedaços (1,5kg de galinha, frango, coxa ou sobrecoxa);
– 6 cebolas médias picadas;
– 1 cabeça de alho picada;
– 3 colheres (sopa) de óleo;
– Sal e pimenta-do-reino;
– Vinagre.

Modo de preparo:
Corte o frango em pedaços, tempere com sal, pimenta-do-reino e um pouco de vinagre, para o frango ficar moreninho. Deixe curtindo por alguns minutos. Refogue o alho até dourar. Acrescente a cebola e refogue mais um pouco. Coloque o frango numa panela grande e acrescente a mistura de alho e cebola. Vá mexendo até o frango cozinhar e ficar douradinho. Leve a panela à mesa.

Serviço:
Tempero de Família – Toda quinta-feira, às 20h30, no canal GNT
Rodrigo Hilbert – www.rodrigohilbert.com.br

Deixe uma resposta »