Sorrir é o melhor remédio

redacao 29 de dezembro de 2012 1

Diversas pesquisas demonstram os benefícios do sorriso. Quando sorrimos, movimentamos 12 músculos da face, nas gargalhadas usamos 24 e ao conversar e sorrir ao mesmo tempo 84 músculos são utilizados. Além de proporcionar bem-estar, esses movimentos retardam o aparecimento de marcas de expressão, pois tonificam a musculatura facial, adiando os efeitos do envelhecimento.

Para o neurologista Dr. Leandro Teles, “o riso é a ponta de um iceberg, de uma sucessão de eventos cerebrais que são fruto de uma ocorrência divertida, cômica ou feliz, gerando uma série de efeitos benéficos ao nosso corpo e mente”.

Ainda de acordo com o especialista, felicidade e overdose de risos reduzem o nível de adrenalina e cortisol endógenos, diminuem a ansiedade, a tensão física e psíquica, controlam a pressão arterial e melhoram o sono.

“A manutenção da felicidade, da alegria e do otimismo é um excelente hábito de vida. Sua ação equivale a uma boa alimentação e atividades físicas regulares”, conclui o Dr. Leandro.

A IMPORTÂNCIA DO BOM HUMOR

Segundo a psicóloga Fernanda Mion, o processo de sorrir tem efeitos perceptíveis no organismo: “Lembre-se de um momento muito feliz da sua vida e perceba como o seu corpo reage. Provavelmente você se sentirá relaxado, irá esboçar um sorriso e perceberá que tudo ficará bem.

Portanto, reagir às situações com bom humor fará com que a pessoa seja mais sorridente e se sinta mais tranquila ao longo da vida”.

O cérebro humano é ávido por experiências divertidas.

O sorriso colore a vida, ficamos mais atentos, mais criativos.

“A alegria turbina a intuição, ativa nosso lado direito do cérebro, geralmente mais calado em atividades de lógica, rotina, sequência. Isso ocorre porque a piada, o engraçado, o divertido fogem do padrão, do paradigma, do previsível, nosso cérebro ri da surpresa, do inusitado, do criativo.

Por isso é um exercício cerebral fascinante”, comenta o neurologista. E não para por aí, os bem-humorados têm menos disfunção sexual, melhor memória e muito mais facilidade social.

“Além dos efeitos no corpo, existem também os efeitos sociais, pois todos gostam de estar perto de pessoas felizes, sorridentes, permitindo que a vida ofereça mais oportunidades a essas pessoas”, finaliza Fernanda.

Por tudo isso sorrir é remédio e prevenção para muitos males da vida moderna. Use-o sem moderação.

[service title=”Serviço” size=”32″]
Dr. Leandro Teles – Neurologista – Tel.: 5547-7778
Fernanda Mion – Psicóloga – Tel.: 2047-1362
[/service]

Um comentário »

Deixe uma resposta »