Um lugar para o Faz de Conta

redacao 20 de fevereiro de 2013 0

Foto: J. Vilhora

Quem tem filhos sabe de quanto espaço eles necessitam para brincar e se desenvolver, além dos inúmeros brinquedos que precisam ser guardados. Pensando nisso, muitos pais e até avós preparam um quartinho específico para a brincadeira dos pequenos. Entre os principais cuidados que devem ser observados para criar um espaço desses, estão as questões da segurança e da limpeza.

Segundo a arquiteta Orlane Santos, deve-se “prestar atenção nas quinas existentes e não deixar fios aparentes”.

Andréia Carla Médice, também arquiteta, destaca que “é importante usar revestimentos que facilitem a manutenção, como o piso vinílico e o MDF, que além de resistentes, são simples de limpar”. Outro ponto a ser observado é “verificar a quantidade de brinquedos existentes e pensar na chegada de novos”, complementa Orlane. O cômodo também deve ser lúdico e estimular a imaginação da criança, e ter um espaço para atividades educativas. Confira três projetos que a Revista Em Dia separou para você se inspirar.

DIVERSÃO EM DOSE DUPLA

Pensando em criar maior interação entre as duas filhas – uma com 3 e outra com 5 anos -, a proprietária solicitou à arquiteta Orlane Santos uma brinquedoteca. Desta forma, a profissional criou um ambiente de 14m² que uniu o lúdico com a facilidade de organização. O pedido da mãe era de que as próprias meninas conseguissem arrumar o local depois de brincar. “Tive a quantidade de brinquedos como ponto inicial e mediante a TV, frigobar e outros elementos necessários ao projeto, pensei no home com telhado dando às crianças a ideia de estarem em sua própria casinha”, conta Orlane, que priorizou a laca como acabamento, com nuances de rosa e laranja. Para criar um local de estudos, sem deixar volume demasiado no quarto, foi utilizada uma mesa em acrílico em conjunto com cadeiras Panton em tamanho adequado para crianças.

Todos os móveis e acabamentos foram escolhidos por facilidade de manutenção.

Foto: J. VilhoraPARA DESPERTAR O LÚDICO

Projetado ao lado do living e separado por uma porta de correr, esse ambiente com 4,60m² foi criado para uma garota de seis anos e possibilita aos pais “ficarem de olho” no que a criança e suas amiguinhas estão fazendo.

“Na maioria dos projetos a brinquedoteca é um ambiente distante dos outros cômodos da casa, quis resgatar a união da família, estabelecendo-a próximo à área social”, declara a arquiteta Andréia Carla Médice. A profissional idealizou um local colorido e rico em mobilidade com nichos vazados nas paredes e gavetões para que a menina pudesse organizar seus próprios brinquedos.

Assim, foram utilizados piso vinílico para facilitar na limpeza, móveis em MDF por serem resistentes e acabamento em fórmica para proporcionar as cores. Andréia ainda incluiu um quadro branco, que possibilita um espaço de aprendizado, onde a mãe auxilia na alfabetização da filha.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

BRINCADEIRA NA CASA DA VOVÓ

Para criar uma brinquedoteca para os netos de seus clientes, a arquiteta Débora Aguiar dispôs de cores vibrantes em tons de vermelho, laranja, azul e verde, compondo com o tecido jeans utilizado nos futtons. O espaço lúdico recebeu baús forrados com tecido por dentro dispostos sob uma bancada e prateleiras para os brinquedos maiores, que podem ser facilmente retirados e guardados novamente. Com 18,35m², a área teve como base móveis de marcenaria com pintura branca que proporcionou um ar de leveza e descontração.

“Isso me permitiu abusar das cores vivas nas almofadas, cortinas e brinquedos”, conta Débora. Destaca-se o piso em EVA, que além de proporcionar maciez para a hora da brincadeira, também amortece eventuais quedas.

[service title=”Serviço” size=”32″]

Andréia Carla Médice – Tel.: 4083-8929 – www.acmedicearquitetura.com.br
Débora Aguiar – Tel.: 3889-5888 – www.deboraaguiar.com.br
Orlane Santos – Tels.: 4316-4962 / 7745-0968 – www.orlanesantos.com.br

[/service]

Deixe uma resposta »