Vinhos nacionais: muito sabor a preço justo

redacao 3 de março de 2016 0

Para quem gosta de vinho, a quantidade de opções é muito grande, já que é uma das bebidas mais consumidas no mundo, sendo fabricada por muitos países. Porém, nem sempre o vinho brasileiro é uma alternativa considerada, muitas vezes até por preconceito, mas é possível encontrar dentre os fabricados no País ótimos rótulos, que inclusive vêm ganhando diversos prêmios mundo afora.

Segundo o enólogo Aguinaldo Záckia Albert, “há uma gama enorme de vinhos brasileiros. Vou falar apenas dos finos de boa qualidade. Eles têm boa acidez (o que é bom) e corpo equilibrado, sendo portanto menos encorpados do que os argentinos e chilenos. Os melhores produtores vinificam muito bem. O sul produz cerca de 85% do vinho do País. São os melhores do Brasil”.

Existem, entre os vinhos nacionais, algumas vantagens a serem consideradas, como o preço. Este é um dos principais diferenciais: o custo/benefício é muito bom, já que temos vinhos de alta qualidade, ótimo sabor e preço compatível. Mas Aguinaldo lembra que, ao contrário que se imagina, o vinho nacional costuma ter preço maior que os argentinos e chilenos, mas bem menor do que os europeus, por exemplo.

Outra vantagem do produto nacional é a grande diversidade: existem tintos, brancos, espumantes e até rosés que agradam muito ao paladar, embora justiça seja feita, são os espumantes que mais se destacam nesse leque de diversidade. Estão entre os melhores do mundo.

“Os espumantes são nossos melhores vinhos e os que têm mais prestígio fora daqui. O clima da Serra Gaúcha (úmido e com pouca insolação) contribui para isso. Há dezenas de concursos pelo mundo todos os anos. Vinhos brasileiros, principalmente os espumantes, têm feito boa figura neles”, revela o profissional.

Recentemente, inclusive, Jancis Robinson, uma das maiores especialistas de vinho no mundo, fez um vídeo no qual comentava o quanto tinha gostado de um espumante que experimentou, fabricado em Pinto Bandeira, interior do RS. Outros grandes especialistas no segmento também têm reconhecido as qualidades dos vinhos brasileiros, como Oz Clarke (renomado especialista inglês), Steven Spurrier (editor da revista Decanter), Claudia Quini (OIV), Evan Goldstein (Master Sommelier), Roberto Rabachino (PhD italiano) e tantos outros.

Então, na próxima vez que for comprar vinho, considere também o produto nacional. Você pode se surpreender!

Serviço
Degustadores sem fronteiras – Aguinaldo Záckia Albert
www.degustadoressemfronteiras.com.br

Deixe uma resposta »